Volta para a P&aacite;gina Inicial Webmail
Municipio
Notícia






13/04/2016 • Recurso paralisa Campeonato Amador de Progresso

Flamengo de Xaxim A
Depois de definir os classificados para a semifinal, o Corinthians, de São Luiz, equipe eliminada para o Cruzeiro, de Alto Honorato, entrou com recurso na Liga de Futebol Amador de Progresso
(Lifap), alegando que o Gaúcho não tinha atletas suficientes para bater os pênaltis contra o Flamengo A, na rodada realizada no sábado. O caso será julgado pela Junta Desportiva da Aslivata. Presidente da Lifap, Gilmar Dell'osbel, o “Pantera”, relata que até o julgamento a competição será paralisada. Relata que se a junta der o parecer favorável para o Corinthians, a equipe retorna ao campeonato, no lugar do Gaúcho. Pantera também lamenta os incidentes ocorridos após o empate em 2 a 2 entre Flamengo B e Cruzeiro, de Tiririca. Após serem expulsos, Michel Battisti, do Flamengo B, e Anuar Pavi, do Cruzeiro, iniciaram uma briga, com invasão de torcedores. “Um dos motivos desta paralisação é apara ver assim acalmamos os ânimos dos atletas.” Após as confusões Battisti pegou quatro jogos de suspensão, além de ter de pagar uma de meio salário mínimo. Pavi, por ser reincidente, está suspenso por oito partidas, além de sofreu uma multa de 20% do salário
mínimo. Gilson de Oliveira, jogador do Flamengo A que pulou o alambrado para ajudar na briga, também pegou quatro jogos de suspensão, além da multa de 20% do salário mínimo. O clube, Flamengo, terá de pagar uma multa de 30% do salário mínimo por não trancar os portões.

Entenda o caso
Gaúcho e Flamengo A se enfrentaram pelas quartas de finais, como cada equipe venceu um jogo, a decisão de que fica com a vaga foi disputada nos pênaltis. Nas cobranças, os dois times converteram todos os cinco chutes. Quando deveriam continuar batendo, o diretor do Flamengo A, Luciano Sbaraini retirou a equipe de campo alegando que no regulamento tem um artigo indicando que em caso de empate nos pênaltis o time de melhor disciplina fica com a vaga. Após conversa com os dirigentes dos dois times, a Lifap decidiu que os clubes deveriam continuar batendo e
a disputa seria no sábado, antes do jogo do time B. Na ocasião, o Gaúcho levou a melhor, defendendo a primeira cobrança do Flamengo, mas a equipe da sede tinha apenas três, dos 11 que poderiam efetuar as cobranças, enquanto que o Flamengo estava com nove.

Fonte: • Publicada em 13/04/2016, 13:45:26
+ Progresso
Atendimento







Rua 4 de Novembro – 1150 – Centro – Progresso – RS
CEP: 95925-000 – Fone: (51) 3788-1122
Portal Sinos